Inscreva-se para o Vestibular

Atitus Logo
AtitusCursosDiferenciaisInovação

Estagiando: a importância do apoio profissional

Publicado em 20/10/2022

Escrito por: Fabiano Oliveira

Acadêmico de arquitetura conta como chegou ao sexto estágio na área

O estudante Matheus de Souza Silveira iniciou seus estudos em umas das primeiras turmas do curso de Arquitetura e Urbanismo, da Atitus Educação, Campus Mont’Serrat, em Porto Alegre. Hoje, no 8º semestre, o futuro arquiteto já conta com uma vasta bagagem, graças a estágios extracurriculares na área. No conteúdo da série Estagiando de hoje, vamos conhecer a história inspiradora do estudante que defende a aproximação profissional como um importante meio para aprender e se desenvolver.

Natural da capital gaúcha, Matheus acredita que suas experiências anteriores na área de mercado contribuíram para uma melhor familiaridade com oportunidades profissionais. “Um pouco antes de iniciar a graduação atuei no ramo de mercado e já imaginava a grandeza e importância de iniciar um estágio o quanto antes, assim que ingressasse na faculdade”, explica o jovem, que desde o primeiro semestre buscou complementar sua formação em diferentes empresas.

A primeira oportunidade veio com o desafio de apoiar um arquiteto, na linha de frente da Casacor, reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. “Comecei a estagiar no escritório de arquitetura Guilherme Lopes, onde eu trabalhava três horas diárias, atuando na Casacor. Nesse período fiz importantes contatos, atendia outros arquitetos e suas demandas”, disse.

site.jpg

“Assim que acabou a mostra, segui meio turno apoiando o Guilherme e outro turno na empresa Montecelo Interiores, onde aprendi sobre negociação e atendimento dos arquitetos. Lá pude adquirir conhecimento do ramo imobiliário, o que acredito ser muito interessante para minha formação”, revela Silveira.

A partir dessas práticas, Matheus compreendeu a importância de sempre buscar novos desafios. “No final do segundo semestre, almejei algo mais avançado. Foi quando enviei meu currículo para a incorporadora e construtora Melnick, onde fiz entrevista com um grupo mais avançado na faculdade, sendo eu o que menos tinha experiência. Me desestabilizei um pouco, mas me mantive firme e passei no processo seletivo, do qual concorri com mais de vinte pessoas. Lá estagiei durante dois anos, com novos negócios e incorporação”, comemora.

“Na Melnick eu fazia o desenvolvimento e planejamento de condomínios, desses que saem muito no litoral, mas também em outras cidades como Santa Maria e em Canoas, onde inclusive tive o privilégio de participar de um projeto. Minha contribuição era com análises urbanísticas, estudos de via, habilidade, tudo com foco na área urbana”, explica.

Depois do ramo de incorporadoras, o estudante ousou aplicar para diferentes oportunidades. “Quando fui para a Santa Casa, tive experiência na área hospitalar e em obras, que é uma engenharia gigantesca, onde fiscalizei a obra do Hospital Honório Teixeira. Juntamente a isso, fiz projetos de compatibilização de outros hospitais e desenvolvi outros projetos que possivelmente poderão sair por lá”, considera.

“Depois disso, eu fui para a Vortex Arquitetura, que abrangia projetos urbanos, estudos de viabilidade e planos diretores, como projetos arquitetônicos. Por lá, tive a chance de estudar como é o processo de uma vinícola e uma queijaria e desenvolvê-las desde o início, com os estudos que fiz, aplicados ao meu modo de produção”, salienta.

site2.jpg

Atualmente, Matheus se encontra em seu sexto estágio profissional, agora na ABF Empreendimentos Imobiliários. “A incorporadora é entusiasta da inovação, a qual busca modificar o espaço urbano, trazendo a arquitetura como algo principal e não lucro. Então todos os projetos possuem uma arquitetura diferente, com um propósito e legado”, comenta.

O futuro arquiteto avalia como o conhecimento adquirido contribuiu para o seu crescimento. “A importância do estágio desde o início do curso não foi só na minha vida profissional, isso foi extremamente rico, mas também na minha vida acadêmica. No momento em que eu trabalhava, aprendia algo novo e a faculdade complementava ainda mais”, enfatiza.

“Essas oportunidades foram extremamente importantes para o aluno que sou hoje, na preparação de um futuro profissional mais qualificado. Acredito que com a junção de todas essas vivências que tive, eu tenha feito o máximo que pude e isso me trouxe muitos aspectos positivos, além do currículo que sempre almejei”, completa.

Aos colegas, Matheus deixa algumas dicas para iniciar a carreira juntamente com a graduação. “Indico a todos a buscarem estágios o quanto antes e não terem medo, porque eu consegui o meu primeiro sem ter experiência, apenas com força de vontade. O melhor a fazer é ser você, defender seu objetivo de estar naquela empresa, de aprender, crescer e assim, ir construindo seu portfólio na área”, finalizou.

Série Estagiando

Toda semana contamos histórias de alunos e egressos da Atitus que viveram experiências enriquecedoras nos estágios. Acompanhe pelo site e pelas redes sociais da Instituição.

FIQUE LIGADO
NA ATITUS

Ao se cadastrar para receber nossos conteúdos, você concorda com os Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Fale com a gente

51 4004 4818

© 2022 Atitus Educação.

logo